Prófugo

LINDO! SUPER SENSÍVEL

Contos sobre nada

Tangia caminhos na noite,

Correndo a ponta do mundo.

Na beira da beira de um vazio

Tão grande que puxou seu coração.

Caiu e caiu e caiu,

Fundo na escuridão.

Não era mais o que era;

Era apenas solidão.

Perdeu tudo o que queria

Ou soube que nada sabia,

Que a trilha que sempre seguia

Não passava de uma ilusão.

Ver o post original