A conjuntura do “Arco de Crises”

E IMPRESSIONANTE FALAR-SE TANTO EM PAZ QUANDO SÓ VEMOS CONFLITOS GUERRAS CIVIS OPRESSÃO E TANTO SOFRIMENTO

ISAPE

Em artigo publicado no Project Syndicate, o professor Nouriel Roubini analisa a atual conjuntura do “arco de crises”, que se estende desde o Magreb até a fronteira do Paquistão com o Afeganistão. Apesar de não afetar a oferta de petróleo, a situação na região merece a atenção, não apenas militar, do Ocidente, principalmente pelas possíveis consequências mundiais de eventos como o jihadismo e a crise de refugiados.

Mapa: Timothy Nunan.

Ver o post original