Livro da semana: O Livro do Desassossego – Fernando Pessoa

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa

Admiro demais Fernando Pessoa e seus heterônimos

1414809O Livro do Desassossego é, sem dúvidas, uma das mais belas obras do poeta português Fernando Pessoa, que nela aparece sob o heterônimo de Bernardo Soares, um ajudante de guarda-livros (profissional contábil) que vive em Lisboa.

Escrita no que mais se aproxima de uma prosa poética, um diário de pequenos trechos, alguns até mesmo inconclusos, a obra é permeada por temas como a vacuidade da ação, das grandes narrativas metafísicas e dos fatos históricos, mas, sobretudo, pela angústia particular, por vezes indiferença, de um homem que, não sabendo lidar com o fato de estar vivo, depositou nas sensações e na imaginação todos os seus motivos. O tédio em que vive é, antes de tudo, a sensação de que “não vale a pena fazer nada”, pois, como ele observa, toda ação exige uma dose tremenda de fé. Como dar sequência à vida diária com esta convicção imponente?

Ver o post original 169 mais palavras